0 comments

Na hora de recrutar pessoas é importante ser objetiva e prática. Muitas vezes, a principal dificuldade está em encontrar candidatos capacitados para a vaga que você precisa preencher: os melhores vendedores, na maioria das vezes, já estão empregados, e os que buscam emprego nem sempre são os profissionais que dizem ser. Como você pode ter certeza se aquele candidato é a pessoa certa para ajudar o seu negócio a crescer?

Abaixo você confere algumas dicas de como planejar esse processo, poupar tempo e tornar a seleção mais eficiente.

O candidato ideal: É importante que você saiba o que procura em um candidato. Pense em como sua loja funciona, na sua estratégia de vendas e em qual é o perfil mais adequado para o trabalho. Nossa dica é fazer uma lista de características e valores que você atribui à sua loja. Depois, ao fazer uma análise aprofundada dos currículos procure por esses atributos. Isso também pode ajudar na hora de fazer a entrevista.

Não esqueça, o currículo é como uma peça de marketing, feita para destacar os pontos positivos do profissional, e nem tudo o que está no papel é real. Dar uma olhada no perfil do candidato em redes como Facebook e Instagram ajuda a conhecer melhor seu futuro vendedor.

Classificados ou agência? Talvez sua primeira dúvida seja onde buscar por candidatos. O caminho mais comum é colocar anúncios em classificados de jornais ou em sites de vagas. Emprego Ligado e InfoJobs são alguns dos sites que permitem fazer buscas por localização. É uma maneira rápida e econômica, mas que às vezes pode chamar candidatos com um perfil diferente do desejado. Agências de emprego podem ser eficientes em apresentar pessoas com as características que você definiu, mas têm um custo mais elevado.

Se optar pelo anúncio, alguns aspectos práticos devem ser levados em consideração: pense na linguagem, no uso do espaço e na imagem para chamar a atenção dos leitores. Para anúncios menores, explique brevemente as atribuições do funcionário, destaque duas características desejadas e cite a remuneração e os benefícios. Se você decidir investir em um anúncio um pouco maior, pode incluir qualificações, experiência, disponibilidade para viagens, ou alguma outra especificidade do emprego.

O que determina o tamanho do anúncio no jornal é, claro, o quanto você quer gastar. Também é importante escolher o jornal mais apropriado para o perfil de candidato que você quer atrair. Se você precisar de alguém mais especializado, que fale algum idioma, uma boa ideia é fazer uma busca no LinkedIn.

Cara a cara: Na entrevista, o foco deve ser o histórico profissional do candidato. Assim, você descobre suas experiências anteriores, suas habilidades e seus objetivos profissionais. Um roteiro de perguntas pré-elaborado pode ser uma boa ferramenta para conduzir a entrevista e colher as informações que você precisa para a contratação. Pergunte mais “como” do que “o que”, por exemplo: “Como você aborda os clientes?”, “Como você faz o seu trabalho?”, “Como você supera obstáculos?”. As respostas darão uma ideia do comportamento do vendedor.

Compare e analise: Se o candidato diz que tinha ótimos resultados no emprego anterior e que batia todas as metas, você precisa entender o contexto ao qual ele se refere. Ser o melhor vendedor de uma equipe pequena pode não ser muito impressionante. Já em um time de 20, 30 profissionais, ele pode realmente ter se destacado.

Crie um sistema: Depois das etapas principais, e com critérios claros para a seleção, você pode analisar cada candidato entrevistado. Um esquema de pontuação pode ser útil para visualizar os prós e contras de cada profissional e, assim, você pode fazer sua escolha com mais facilidade. Alguns dos critérios podem ser: tempo de permanência nos últimos empregos, simpatia, desenvoltura e experiência adequada à vaga.

Hora do teste: A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) permite que seja feito um contrato de experiência para verificar se o profissional é realmente capaz de desempenhar sua função. Este tipo de contrato tem duração máxima de 90 dias e ainda que não seja tempo suficiente para que o vendedor produza resultados, já dá uma ideia de como ele trabalha.

Prepare-se: Não é apenas o vendedor que deve se preparar para o primeiro dia. Você deve estar com tudo pronto para que o novo funcionário possa fazer o melhor trabalho possível. Explique com detalhes como a loja funciona, dê orientações de como as vendas devem ser feitas e deixe claro o que você espera do profissional.

Vocês dois precisam estar seguros para que tudo corra bem. Se você tem tido muitas novas contratações recentemente, vale até fazer uma espécie de guia para iniciantes. Ele vai servir para dar as boas vindas, explicar as práticas e valores da empresa: seja simples, direta e simpática.

Tenha paciência: Vale lembrar que o sucesso nas vendas não depende exclusivamente da habilidade do vendedor ou do produto vendido. É essencial garantir que os profissionais encontrem um ambiente de trabalho que faça com que deem o melhor de si. Ter metas e objetivos definidos é uma boa estratégia. Além disso, vale dar tempo ao tempo. O vendedor precisa se adaptar ao novo ambiente e método de trabalho. De acordo com Adam Robinson, do site Hireology, um vendedor precisa de no mínimo seis meses para apresentar resultados concretos.

O recrutamento de vendedores não é uma ciência exata. Além das análises e entrevistas necessárias, às vezes sua intuição pode dar uma mãozinha. Saiba como usá-la a seu favor aqui.

 

Para você ficar mais segura:

Artigos: Formação de Equipe de Vendas – SEBRAE

How to hire salespeople – Hireology

Comentários

Posts Relacionados

O que costuma vir à sua cabeça quando alguém fala em empreender? Talvez abrir uma loja, um...

Ficar horas ouvindo a música de espera do call center, ficar sem resposta, ser atendida por pessoas...

De experimentar um bar novo a fechar uma parceria de negócios, ninguém toma uma decisão sem...