Como se recolocar no mercado de trabalho

Desenvolvimento Pessoal  /   / Por Mulheres Seguras  /  Por
0 comments

Os motivos para ter passado um período sem trabalhar são variados. Pode ter sido a escolha de se afastar para se dedicar mais a família. Ou a involuntária demissão em meio à crise. Seja qual for o motivo, voltar ao mercado de trabalho é sempre desafiador. Se você, como muitas brasileiras, está atrás de uma nova oportunidade depois de um período fora, veja essas dicas de especialistas de como reconquistar seu lugar ao sol.

CONTINUAR LENDO

Voltando depois da gravidez
Tudo muda depois do nascimento de um filho. Você, que antes era tão independente agora precisa decidir tudo pensando com quem estará a criança em cada momento do dia.  A chave de tudo é organização. Você vai precisar de tempo para fazer contatos, se atualizar e fazer entrevistas. Por isso é importante ter alguém que possa dividir os cuidados com o bebê com você já nessa fase – e ainda mais quando a oportunidade realmente aparecer. Acionar a sua velha e boa rede de contatos é um ótimo caminho. Mas também pode cadastrar seu currículo no Contrate uma Mãe, que ajuda a fazer a ponte com o mercado de trabalho, inclusive listando as habilidades que você conquistou justo porque se tornou mãe.

Voltando depois dos 35 anos
Voltar ao mercado depois de uma certa idade é um desafio e tanto. Não só você precisa vencer os possíveis preconceitos de empregadores em ter uma pessoa com mais idade e  experiência na equipe, quanto vencer os próprios preconceitos sobre como será recebida por não ser mais tão jovem. Não se intimide. A experiência – e o jogo de cintura – de quem já viveu muitas coisas pode ser justo o que a empresa está procurando. Começar por um curso de reciclagem dentro da sua área pode ser uma ótima alternativa. Não só você se atualiza como faz contato com gente que está trabalhando e pode ajudá-la a encontrar uma nova colocação.

Voltando depois da perda do emprego
Acontece quando a gente menos espera: a empresa passa por uma reestruturação e você se vê sem emprego de uma hora pra outra. Sentir-se mal pela situação, sofrendo a falta da rotina e dos antigos colegas é natural. O importante é não ficar parada e aproveitar esse tempo – e o dinheiro recebido da rescisão – para se reciclar e se preparar para novos desafios. Ative sua rede de contatos e tenha foco: decida exatamente o que você está procurando e aposte suas fichas nisso. Oportunidades como freelancer ou em áreas que não são exatamente a sua também são bem-vindas. É sempre mais fácil conseguir trabalho quando você está trabalhando.

Aproveitando para empreender
Nem sempre voltar a trabalhar significa encontrar um emprego. Empreender tem sido cada vez mais uma opção para muitas mulheres, inclusive mães. Se não sabe por onde começar, uma conversa com o SEBRAE pode trazer ideias e orientações. Que tal abrir uma consultoria para oferecer o que você sabe? Também é a hora de investir com força naquele seu hobby das horas vagas. Com um bom plano de negócios, a atividade pode se tornar não só seu ganha pão mas também sua oportunidade para crescer.

 

Para você se sentir mais segura:
8 atitudes para a mulher voltar ao mercado de trabalho – Mulher Líder
4 dicas de recolocação profissional para mulheres mais velhas – Rachel Jordan
How to Make a Successful Career Change – The Balance Careers

RECOLHER

Comentários

Posts Relacionados

Sabe aqueles dias em que você acabou de acordar, mas já sente que tudo será ótimo? As primeiras...

Você sabia que o Brasil possui mais de 24 milhões de mulheres empreendedoras? De acordo com...

Mindfulness é a palavra do momento. Celebridades, estudantes, empreendedoras: está todo mundo...

Leave a Reply