0 comments

Você é uma empreendedora nata? Situacionista? Ou idealista? Estes são apenas alguns dos perfis empreendedores identificados pelo estudo Cultura Empreendedora No Brasil, realizado pelo Instituto Empreender Endeavor. Mas existem vários outros perfis e não significa, necessariamente, que você se enquadre em apenas um. O número crescente de mulheres empreendedoras mostra que, seja qual for seu perfil, há espaço para todas. Conheça cada um:

nato picNato: Tem a alma de empreendedor, e sua principal motivação é realizar seus sonhos. Vê a vida com encantamento e interesse. As pessoas deste perfil têm facilidade para empreender, seja dentro de uma empresa ou começando o próprio negócio, e conseguem encontrar soluções e oportunidades de forma natural. Sabe aquela criança que gosta de brincar de loja? Ou que vende coisas para os colegas da escola? Se você era assim na época de colégio, existe grande chance de você ser uma empreendedora nata.

Meu jeito: Acredita que seu jeito de fazer as coisas é o melhor. Gosta de ser reconhecido por sua ética e é fiel a suas crenças, ambições e valores. Muitas vezes, empreende porque acredita na importância de uma carga horária menor, ou mais flexível, com processos diferentes. Além disso, costuma ter dificuldade de trabalhar com o que não acredita.

Situacionista: É levado ao empreendedorismo por questões circunstanciais. A oportunidade e sua própria situação profissional são as principais motivações. Às vezes, uma chance de empreender simplesmente aparece, ou a insatisfação com o mercado de trabalho faz com que a pessoa queira mudar, ou mesmo tentar algo novo.

Herdeiro: É incentivado a empreender, seja culturalmente ou materialmente. Suas experiências anteriores, positivas ou negativas, servem como motivação. Digamos, por exemplo, que você conviveu com empreendedores felizes e satisfeitos com o que fazem, como pais ou parentes, e isso motivou você a tentar também. Se esse é o seu caso, você herdou a motivação para empreender. Isso também acontece quando alguém assume o negócio da família.

Idealista: Quer mudar o mundo através do empreendedorismo. Contribuir e fazer sua parte para melhorar a sociedade é a sua principal motivação. Empreender, neste caso, é uma maneira de garantir que seus valores e princípios façam a diferença na sociedade, ou que ajudem a melhorar a vida das pessoas. Os idealistas também querem lucro, mas não fariam qualquer coisa para isso.

Busca do milhão: Não precisa de muita explicação. O sucesso financeiro é seu principal objetivo. O empreendedorismo é o caminho que ele acredita ser o melhor para alcançar a fortuna.

 

A pesquisa ainda mostra que as pessoas não costumam apresentar um perfil puro. Elas podem até ter um perfil dominante, mas apresentam um pouco das características de todos os outros. Você mesma, provavelmente, deve ter se identificado um pouco com cada um deles. De qualquer forma, existe sempre aquele que faz mais parte de você. A população brasileira se divide da seguinte forma: 31% situacionista, 25% busca do milhão, 14% meu jeito, 12% idealista, 12% nato, e 7% herdeiro.

Além dessa classificação, o estudo também apresenta os aspectos que são indispensáveis para empreender: otimismo, autoconfiança, coragem para aceitar riscos, desejo de protagonismo, resiliência e persistência. Se você possui uma ou mais dessas características, está no caminho certo para abrir o seu negócio. Por exemplo, lembra quando alguém insistia que abrir um negócio não ia dar certo, que você devia desistir? Alguma coisa dentro de você a convenceu a seguir em frente, e você seguiu, com otimismo e persistência.

A vontade de ser reconhecida pelo seu trabalho, de mostrar para a família, amigos e colegas que você pode ter um negócio e ser a protagonista de uma história de sucesso. Isso tudo faz com que empreender, para você, seja um desafio que traz inúmeros resultados, em várias áreas da sua vida.

Apesar de todas essas classificações e características definidas pelo estudo, o mais importante é se concentrar nos seus pontos fortes e trabalhar pelo seu objetivo. No final das contas, o que importa é você encontrar o seu próprio jeito de empreender e de liderar. Seja abrir um negócio, ou empreender dentro da empresa onde você já trabalha, é importante ter persistência e foco. Assim fica um pouco mais fácil colocar suas ideias e sonhos em prática.

Comentários

Posts Relacionados

Você inicia a manhã super focada, trabalha em um relatório, atende clientes, escreve e-mails e, de...

Não existe momento melhor para tirar os projetos do papel do que o início de um novo ano –...

Sabe aqueles dias em que você acabou de acordar, mas já sente que tudo será ótimo? As primeiras...

Leave a Reply