0 comments

Empoderamento: no Facebook, nas revistas, nas reuniões de amigos, nunca ouvimos falar tanto nessa palavra. Mas a verdade é que as mulheres já lutam por ele há pelo menos um século – quando mais de 100 operárias morreram no incêndio da Triangle Shirtwaist, em Nova York, acontecimento que deu origem ao Dia Internacional da Mulher. O fato do empoderamento feminino estar tão em evidência no mundo hoje é positivo:  mostra que existe um desejo de mudança, e você, como empreendedora e mulher, tem um papel muito importante nisso.

Entendendo o empoderamento feminino

Empoderamento acontece quando as pessoas – tanto homens quanto mulheres – assumem o controle de suas próprias vidas. Isso envolve adquirir competências e perceber seus conhecimentos e competências reconhecidos pelos outros, fortalecer a autoconfiança e desenvolver do próprio sustento. Empoderamento, antes de ser um resultado, é um processo, e nós, mulheres, ainda estamos passando por ele. Mesmo em camadas privilegiadas da sociedade, ainda existem disparidades de oportunidades e salários entre homens e mulheres. Metade das empresas brasileiras, por exemplo, não tem líderes mulheres, como falamos aqui.

Quando isso muda, toda a sociedade ganha – inclusive os homens. Um artigo do The Economist de 2006 mostrou que, ao longo da última década, o trabalho das mulheres contribuiu mais para o crescimento econômico global do que a China. Percebendo isso, a ONU lançou uma cartilha definindo Os Princípios de Empoderamento das Mulheres, para ajudar empresas e pessoas a aplicarem esses conceitos no seu dia a dia.

Como você pode incentivar o empoderamento feminino na sua empresa:

Empresas grandes, com um número alto de funcionários, já têm uma cultura estabelecida, e portanto, mais dificuldade de fazer mudanças. Você tem a chance de começar um negócio que tenha o empoderamento feminino e a promoção da igualdade de gêneros intrínsecos em sua cultura desde o começo. Assim você contribui para um mundo mais justo para todos, e constrói um ambiente de trabalho com respeito e com pessoas mais engajadas. Nós ajudamos você a entender os princípios da ONU e a refletir como você pode aplicá-los na sua vida e no seu negócio:

  • Estabelecer uma liderança corporativa de alto nível para a igualdade entre gêneros. É seu papel apoiar e fortalecer mais mulheres para cargos de liderança. Podem existir várias potenciais líderes no seu trabalho que não percebem do que são capazes.
  • Tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho – respeitar e apoiar os direitos humanos e a não-discriminação. Uma empresa empoderadora e igualitária paga os mesmos salários e garante que as políticas e práticas do ambiente de trabalho estejam livres de discriminação com base em gênero.
  • Assegurar a saúde, a segurança e o bem-estar de todos os trabalhadores e trabalhadoras. Um ambiente de trabalho que promove o empoderamento não tolera qualquer tipo de violência verbal ou física contra as mulheres.
  • Promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional das mulheres. A empresa pode fazer isso apoiando e incentivando a especialização das mulheres em suas áreas de trabalho, ou em outras áreas em que a participação feminina ainda é baixa. Empresas de tecnologia, por exemplo, podem proporcionar isso participando e apoiando programas de incentivo como o Girls In ICT. Isso é bom para as mulheres e para a sua empresa, que ganha profissionais mais qualificadas.
  • Implementar práticas da cadeia de abastecimento e de marketing que empoderem as mulheres. Existem várias maneiras de contribuir para um mercado de trabalho em que as mulheres e os homens tenham espaços iguais. Uma delas é valorizar fornecedores liderados por mulheres, e que também tenham valores igualitários. Além disso, é preciso tomar cuidado para evitar materiais de marketing e propaganda que contenham mensagens machistas e que desvalorizem a mulher.
  • Promover a igualdade através de iniciativas comunitárias e de defesa. Esta é uma forma de contribuir para mudanças na sociedade, e ainda promove seu negócio de forma positiva. Busque ONGs, eventos e grupos que defendem os direitos das mulheres e entenda como sua empresa pode participar deles, ou crie seus próprios projetos. Você pode aproveitar a expertise que você e seus colegas têm e ensinar mulheres com acesso limitado à educação. Um projeto assim pode ser o incentivo que falta para empoderá-las e incentivá-las a mudar suas vidas percebendo novas oportunidades.
  • Medir e publicar relatórios dos progressos para alcançar a igualdade entre gêneros. Outras empresas podem aprender com a sua. Por isso é importante tornar públicos políticas e projetos empoderadores que você desenvolver.

A igualdade de gêneros beneficia todos. Inclusive os homens, que vivem sob uma pressão exagerada de sucesso no trabalho, e que por vezes têm dificuldades de expressar sentimentos por expectativas machistas da sociedade.

Você tem nas mãos a chance de mudar o mundo, criando oportunidades iguais para todos os gêneros. Por isso, comece transformando a vida de quem trabalha com você. Como disse a atriz e Embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres, Emma Watson, pergunte para você mesma: Se não eu, quem? Se não agora, quando?

Comentários

Posts Relacionados

Quem já empreendeu sabe bem que abrir um negócio não é fácil, e requer muita dedicação e trabalho....

Quais são as suas prioridades enquanto empreendedora? Não é fácil responder essa pergunta, certo?...

Você passa o dia inteiro com a sensação de que não tem tempo para fazer tudo o que precisa? Quando...

Leave a Reply