Empreendedorismo na Era do Compartilhamento

Inovação e Tecnologia  /   / Por Mulheres Seguras  /  Por
0 comments

Aluguel de quarto, carro, equipamentos, roupas. Você já precisou de algum desses serviços? Então, seja bem-vinda à Era do Compartilhamento, um tempo em que experiência não está mais diretamente ligada a possuir o produto. Se você já leu nossa lista de tendências que vão impactar os negócios nos próximos anos, o Mulheres Seguras ajuda a entender como fica o empreendedorismo na economia compartilhada, e também apresenta a Nuwa, um espaço de coworking brasileiro pensado só para mulheres.

CONTINUAR LENDO

Esse modelo de negócios cria valor ao permitir que pessoas dividam o uso de produtos e serviços com empreendedores ou empresas, sem a obrigatoriedade de adquiri-los para si. No Brasil, hospedagem e transporte já são mercados consolidados, e há duas razões principais para acreditar que ainda há espaço para expandir: a conexão com o público jovem e a potencialização do alcance com smartphones e internet. Para entrar nessa onda, lembre-se:

– Mais soluções, menos produtos

A era do compartilhamento cria novas oportunidades e, ao mesmo tempo, pode tornar a aquisição de alguns produtos menos frequente ou obsoleta. É a oportunidade ideal para quem deseja empreender no setor de serviços, com soluções que facilitem a vida dos clientes. E, se a concorrência não é mais por produtos, empatia e diálogo podem ser o diferencial para construir uma rede de usuários fiel.

– O consumidor não é mais o mesmo

Por trás da revolução tecnológica, este novo estilo também reflete uma mudança cultural da população. Os Millennials, que hoje têm até 35 anos, mudaram a forma da sociedade consumir, e casa ou carro próprios não são mais sinônimo de sucesso pessoal ou profissional. O consumidor atual é conectado, prático, menos sensível a preço e se importa também com sustentabilidade e outros valores éticos, e o seu negócio precisa estar na mesma sintonia.

– Transparência e reputação nunca contaram tanto

No mundo compartilhado, opiniões também são divididas rapidamente. Pense em uma crítica de cliente que viraliza nas redes sociais. Ou no exemplo do Uber, em que motoristas e passageiros avaliam um ao outro constantemente. Nesse modelo de negócio onde grande parte das interações – e, às vezes, a própria prestação do serviço – acontecem online, boa reputação também é uma garantia de segurança.

Empreendedorismo feminino e compartilhamento, a ideia por trás da Nuwa

As cofundadoras da Nuwa, Gabriela Stragliotto e Gabriela Teló, não dividem só o nome, mas também a vontade de estimular o empreendedorismo feminino. O espaço de coworking, em Porto Alegre (RS),  é exclusivo para mulheres – que compartilham mesas de trabalho, wi-fi, café. O Nuwa é um espaço pensado para mulheres e, o mais importante: para gerar experiências e colaboração entre empreendedoras.

“Espaços compartilhados apoiam muito o empreendedorismo, porque formam uma rede que se desenvolve em conjunto” Gabriela Stragliotto, Nuwa

Coworking: na Nuwa, mulheres compartilham o espaço e experiências - Foto: Tamires Rodriguez

Coworking: na Nuwa, mulheres compartilham o espaço e experiências – Foto: Tamires Rodriguez

Além disso, os coworkings apoiam quem está começando a ter um espaço, sem envolver todo o investimento de um escritório particular. Mas as sócias perceberam que gostariam de oferecer mais que um espaço de trabalho. O Nuwa conta também com uma agenda de palestras, aulas e coaching que empoderam empreendedoras e outras profissionais nos desafios da carreira.

“Empreender é um caminho natural para as mulheres colocarem suas ideias no mundo, crescerem e se desenvolverem, mas ainda é bastante desafiador. Aqui na Nuwa, cada mulher que chega transforma o ambiente, e queremos dar todo suporte para elas conquistarem o que querem”, conclui Gabriela.

Para você se sentir mais segura

Compartilhe-se – TAB UOL

RECOLHER

Comentários

Posts Relacionados

Ficar horas ouvindo a música de espera do call center, ficar sem resposta, ser atendida por pessoas...

Notebooks, tablets e smartphones mudaram significativamente nosso dia a dia. Mas não é apenas isso...

A produtividade da sua empresa – e dos seus funcionários – está abaixo do esperado? Mantê-la é um...

Leave a Reply