Minidicas #20

Minidicas  /   / Por Aline Mello  /  Por
0 comments

Você certamente sabe que sem um planejamento financeiro sua empresa corre perigo. Mas, na prática, as coisas são diferentes. Muitos empreendedores, na pressa de crescer, podem deixar de lado um elemento muito importante para a saúde financeira da empresa: o capital de giro. Este é o capital das despesas do dia a dia do negócio, sejam elas fixas ou gastos necessários para a produção ou prestação de serviços.

Esses gastos devem ser descontados sempre do resultado da diferença entre o dinheiro que a sua empresa tem disponível e o dinheiro que ela deve. Se, ao fazer esse cálculo, você não tem dinheiro suficiente para suas despesas do dia a dia, é porque a sua reserva para o capital de giro precisa ser maior. Se o seu capital de giro estiver menor que seus gastos por muitos meses, você pode perder o controle das finanças e sua única opção será pedir empréstimos – o que, às vezes, é necessário, mas não pode virar rotina. Por isso, calcule o seu capital de giro ideal e busque sempre mantê-lo: o futuro da sua empresa pode depender disso.

 

Para você se sentir mais segura:

Capital de Giro: saiba como calcular e controlar – Endeavor

O que é e como funciona o capital de giro? – Sebrae

Comentários

Posts Relacionados

Chega um e-mail e você para o relatório no meio para responder. Uma hora depois, já entrou no...

Seis em cada dez empresas brasileiras fecham antes de completar cinco anos, de acordo com dados do...

Aumentar carteira de clientes e apostar em novos públicos é importante para o crescimento de um...

Leave a Reply