Uma pesquisa realizada pela FIESP revelou que as pequenas e médias empresas são o alvo preferencial dos hackers, recebendo 60% dos ataques registrados entre as empresas paulistas. Roubo de informações sigilosas sobre a empresa e seus clientes é o que acontece em 46% dos casos. Mas os criminosos estão interessados...