Plano de Menina: formando jovens líderes e donas do seu mundo

Isso me Inspira  /   / Por Mulheres Seguras  /  Por
0 comments

O Plano de Menina tem um objetivo: conectar meninas a conteúdos transformadores compartilhados por mulheres e outras meninas que estão fazendo acontecer e tem como objetivo levar empoderamento para que elas se tornem protagonistas de suas histórias. A ex-consulesa da França e ativista social, Alexandra Loras, é uma das embaixadoras do projeto criado em 2016, que também tem mentoras com diferentes expertises –  de juízas à publicitárias –, mas todas com uma característica em comum:  paixão por compartilhar e realizar.

CONTINUAR LENDO

Nós também temos essas mesmas paixões e entendemos que empreender é uma das principais formas de nos tornarmos donas dos nossos destinos. Por isso, o Mulheres Seguras convidou o Plano de Menina para participar da Campus Party, o maior evento de inovação e tecnologia do Brasil, que foi patrocinado pela Liberty Seguros. O Plano foi representado pela Aniké Pellegrini, embaixadora teen, e Amanda Guimarães – que se formou em 2016 no projeto e hoje é acelerada, com mentoria e acesso ao mercado para se tornar uma empreendedora social. Elas participaram de palestras com mulheres inspiradoras e saíram com a ideia ainda mais forte de que as meninas devem insistir e ter coragem de realizar seus planos. Conversamos com elas para ouvir um pouco sobre as mudanças que o projeto está trazendo para suas vidas e as de outras meninas:

“Sei que as meninas vão conquistar o mundo, e eu quero assistir de camarote.” Aniké Pellegrini

Aniké conheceu o Plano de Menina durante um evento em parceria com outras organizações, e não imaginava que se envolveria tão a fundo com o projeto, mas, ao conhecer as participantes, essa ideia mudou. “Vendo a Vivi contar sobre o Plano de Menina e conhecendo as alunas das aulas, fiquei encantada. Além de criar uma simpatia com a causa, criei amizade com todas. Com isso, me aproximei cada vez mais do plano, a ponto de me tornar uma embaixadora teen, conta empolgada.

Se depender da Aniké, o Plano de Menina ainda vai alcançar muitas pessoas e lugares. “Eu busco contar para todo mundo sobre o que é o projeto, onde está e como essas pessoas podem participar. Além disso, busco levar para novos espaços, colocar em mídias e, principalmente, me aproximar das meninas para ajudá-las da forma que for possível, conversando e ajudando com informações sobre faculdades, por exemplo”.

“Meu espírito empreendedor vem do local onde eu moro.” Amanda Guimarães

Para a Amanda, as conquistas das mentoras foi o que chamou sua atenção e despertou a vontade de participar e realizar seus planos. Para ela, a mentalidade empreendedora é capaz de resolver problemas sociais. “Desde sempre vejo as pessoas empreendendo por sobrevivência. Entender sobre o impacto que isso têm socialmente é importante para que as pessoas compreendam que elas estão fazendo um investimento ao consumir. No momento em que essa troca é entendida, a economia do local passa a girar de uma forma positiva e isso ajuda as pessoas que moram e trabalham na evolução social daquele espaço”, explica.

Gostou de conhecer a história dessas jovens empreendedoras? Acompanhe o Plano de Menina nas redes sociais e veja como elas estão mudando o mundo!

Instagram

Facebook

RECOLHER

Comentários

Posts Relacionados

Graças à internet, temos a oportunidade de ouvir e aprender com pessoas de cidades, opiniões e...

A publicitária Juliana Soares, dona da Jabubeach, sempre teve o desejo de um dia conquistar sua...

Você já ouviu falar em igualdade de gênero tanto quanto ouve hoje? Essa discussão tem conquistado...

Leave a Reply